Poesia nova, verso velho

15:56

O gosto da tua boca tem sabor de passado
Mas se o presente não me chega sorrindo
Tento ter aquilo que já foi enterrado
Não me venha com velhos versos
Pois a poesia já se fez nova

B.C.

2 comentários:

Alberto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alberto disse...

genial!
esse sim é o bom e velho Don Castro! =)